Carregando
Conecte-se ao Serra Noticiário nas redes sociais

Pesquise notícias Serra Noticiário

#DROPNEWS

Maioria dos novos casos de infectados com AIDS no ES, são de homens

Gostou compartilhe

Mais de 75% de notificações da doença em 2020 foram registradas em homens

Foto: Freepik

O 1º de dezembro marca o Dia Mundial de Luta Contra a AIDS. A síndrome da imunodeficiência adquirida (aids, na sigla em inglês) é uma doença infectocontagiosa sem cura, causada pelo vírus HIV, que ataca o sistema imunológico, responsável por defender o organismo contra doenças.

Sem essa proteção, as pessoas ficam mais predispostas a contrair infecções oportunistas, como tuberculose e meningite. 

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), em 2020 foram notificados 813 novos casos de HIV/Aids no Espírito Santo, sendo 615 em pessoas do sexo masculino (75,6%).

No Espírito Santo, das 14.841 pessoas soropositivas, 69,5% são homens. É o que diz o Boletim Epidemiológico 2020 do Ministério da Saúde e o Boletim de Infecções Sexualmente Transmissíveis.

Publicidade... Role para continuar lendo

A principal forma de transmissão do vírus foi por relações sexuais (99%).

O Boletim Epidemiológico de Aids mais recente publicado pelo Ministério da Saúde, em 2020, mostra a tendência de crescimento de casos entre pessoas mais novas, especialmente entre jovens de 15 a 29 anos.

Vale lembrar que ser soropositivo, ou seja, ter o vírus HIV, não é o mesmo que ter Aids. HIV é o vírus da imunodeficiência humana que causa a doença Aids. Ele ataca o sistema imunológico, responsável por defender o organismo de doenças.

O Espírito Santo segue em queda no número de pessoas com Aids devido ao diagnóstico precoce da contaminação pelo HIV e outros indicadores utilizados para avaliação do Ministério da Saúde. O estado está em sétimo lugar no ranking brasileiro dos que mais detectam o vírus precocemente. 

Segundo o Ministério da Saúde, há muitos soropositivos que vivem anos sem apresentar sintomas e sem desenvolver a doença, não sabem nem do fato de que são portadores do vírus. Por isso, é importante sempre fazer exames e se proteger, uma vez que mesmo sem sintomas o vírus pode ser transmitido.

Publicidade... Role para continuar lendo

Gostou compartilhe
Escrito por

24 anos, capixaba, estudante de Comunicação Social, Jornalismo e comunicadora.

Deixe aqui seu comentário

Copyright © 2022 Serra Noticiário®

Não cópia vacilão, compartilhe o link