Siga nas redes

Olá, o que você está procurando?

#TRETA NEWS

ANEEL aprovou reajuste de bandeira tarifária e a conta de energia pode ficar até 63,7% mais cara

Apesar da vigência dos novos patamares a partir de 1º de julho, a expectativa, por conta das condições hidrológicas, é que seja mantida a verde nos próximos meses, ou seja, sem cobrança adicional

Na tarde desta terça-feira (21), a diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou o reajuste nos valores das bandeiras tarifárias (cobrança extra aplicada às contas de luz quando aumenta o custo de produção de energia no país).

  • Se inscreva no canal do Serra Noticiário no Youtube e fique conectado nos vídeos! Clique aqui!

Diante disso, a proposta aprovada traz aumentos da ordem de 60% nos valores das bandeiras tarifárias amarela e vermelha 1. O valor da bandeira amarela terá aumento de 59,5%, de R$ 1,874 a cada 100 quilowatts (kWh) consumidos para R$ 2,989. Já a bandeira vermelha 1 vai de R$ 3,971 para R$ 6,500 a cada 100 kWh, alta de 63,7%. O patamar mais caro da bandeira, a vermelha 2, passou de R$ 9,492 a cada 100 kWh para 9,795, aumento de 3,2%.

A diretora-geral interina Camila Bonfim, ressaltou que, apesar dos aumentos, os patamares seguem abaixo da chamada bandeira “Escassez Hídrica” que foi adotada entre agosto de 2021 e abril deste ano para bancar os altos custos de geração diante da escassez hídrica vivenciada no período. O patamar extraordinário resultou em cobrança extra de R$ 14,20 a cada 100 kWh consumidos.

A diretora disse ainda que a definição dos valores não significa sua aplicação imediata, uma vez que a bandeira tarifária é definida mensalmente pela agência reguladora. Apesar da vigência dos novos patamares a partir de 1º de julho, a expectativa, por conta das condições hidrológicas, é que seja mantida a verde nos próximos meses, ou seja, sem cobrança adicional.

  • Entre no nosso grupo Serra Noticiário no WhatsApp e fique ligado nas tretas que acontecem na Serra - Clique aqui!

Os novos valores entram em vigor em 1º de julho e serão válidos até meados de 2023. São os seguintes:

Bandeira verde: continua sem cobrança adicional;
Bandeira amarela: de R$ 1,874 para R$ 2,989 a cada 100 kWh consumidos (+ 59,5%);
Bandeira vermelha patamar 1: de R$ 3,971 para R$ 6,500 a cada 100 kWh consumidos (+ 63,7%);
Bandeira vermelha patamar 2: de R$ 9,492 para R$ 9,795 a cada 100 kWh consumidos (+3,2%).

Apesar da sugestão feita por distribuidoras de energia de criação de maneira permanente de uma bandeira tarifária para situações extremas, a agência decidiu, neste momento, apenas revisar os valores de cada uma das bandeiras.

O diretor Ricardo Tili sugeriu, no entanto, que a agência aproveite a “calmaria” que deve haver sobre o tema considerando as boas condições climáticas para que a metodologia das bandeiras tarifárias seja estudada mais a fundo.

#DESTAQUE

#BRONCA NEWS

O deputado Pablo Muribeca visitou novamente o local na tentativa de encontrar uma solução para o problema que persiste há vários dias

Prefeirura da Serra unifica pedido de serviço de remoção de veículos abandonados na cidade. Prefeirura da Serra unifica pedido de serviço de remoção de veículos abandonados na cidade.

#DESTAQUE

Confira como realizar pedidos de retirada de veículos abandonados de forma totalmente digital através do portal eletrônico da prefeitura

Imagens internas do Hospital Infantil da Serra Imagens internas do Hospital Infantil da Serra

#BRONCA NEWS

Uma dessas mães cansou de esperar e voltou para casa mesmo com a filha ainda doente e precisando de cuidados médicos

+NEWS

#DESTAQUE

Apesar desse reajuste na tarifa de ônibus, o Espírito Santo continua com o transporte público mais barato entre os estados do sudeste

#DROP NEWS

Com esse reajuste de 23,5%, o vale alimentação dos servidores da Prefeitura da Serra passará dos atuais R$ 650 para R$ 800

#DROP NEWS

Esse novo ajuste aprovado na Cãmara da Serra também prevê renovação de contratos de trabalho e estabilidade para os professores

#DROP NEWS

Sindirodoviários-ES assegura que a greve dos entregadores de combustíveis não interromperá a circulação dos ônibus Transcol

#DROP NEWS

Os vereadores de oposição apresentaram emenda elevando para 14,95%, mas foi rejeitado pelos vereadores aliados do prefeito

#DROP NEWS

O reajuste não contempla apenas servidores diretos do poder executivo

#DROP NEWS

O reajuste anunciado anteriormente chegou nesta quarta-feira (17), nas bombas de combustíveis da Serra e assustou os motoristas, o preço saltou de R$ 6,36...

Não copie, compartilhe o link