Siga nas redes

Olá, o que você está procurando?

#TRETA NEWS

Operação Contumélia: Polícia Civil indicia auxiliar de escola da Prefeitura da Serra por furto de cartões

A auxiliar de escola é investigada por furtar mais de R$ 26 mil em cartões Nutri Férias


  • Google News

  • Google News

Arte de divulgação do cartão alimentação "Serra Nutri Férias", mostrando a frente e o verso do cartão
Foto: Divulgação PMS

A Polícia Civil do Espírito Santo (PCES) por meio do 12º Distrito Policial (DP) da Serra, localizado em Jardim Limoeiro, deflagrou nesta terça-feira (12) a Operação Contumélia. Entre os alvos estava uma auxiliar de escola de 29 anos, que agia com abuso de confiança e foi indiciada pelo crime de peculato após furtar cartões Serra Nutri Ferias da Prefeitura da Serra, em uma escola no bairro Novo Horizonte.

O objetivo da operação foi cumprir dois mandados de busca e apreensão contra duas investigadas: uma auxiliar de escola de 29 anos e uma diarista de 32 anos, ambas acusadas de agir com abuso de confiança. Inicialmente, as investigadas respondem aos crimes em liberdade.

Operação Contumélia: Polícia Civil indicia diarista por furtar arma em Morada de Laranjeiras

  • Se inscreva no canal do Serra Noticiário no Youtube e fique conectado nos vídeos! Clique aqui!

Primeiro alvo da Operação Contumélia

Durante a ação, foram apreendidos 106 cartões do “Serra Nutri Férias“, da Prefeitura Municipal da Serra, destinados a alunos da escola para a compra de alimentos no período de férias, um notebook desviado de uma escola do município, uma máquina de cartão de crédito/débito e um aparelho de celular.

Segundo as investigações, uma auxiliar administrativa de 29 anos, que atuava em uma Escola Municipal da Serra, localizada no bairro Novo Horizonte, apropriou-se indevidamente de cartões “Nutri Férias”, da Prefeitura da Serra. O benefício é destinado a alunos da escola para a compra de alimentos em comércios da região no período de férias, sendo concedido pelo município neste ano, com valores de R$ 150,00 em janeiro e R$ 100,00 em junho.

Cadê o cartão que estava aqui?

A suspeita era responsável na escola pela entrega dos cartões aos pais dos alunos. Diante de uma parcela significativa de pais, aproximadamente 10%, que não retiraram os cartões em nome dos filhos, a suspeita subtraiu indevidamente os cartões da instituição de ensino. A escola conta com mais de mil alunos, e durante o cumprimento de mandados de busca e apreensão em sua residência, localizada no mesmo bairro da escola, foram encontrados 106 cartões.

  • Entre no nosso grupo Serra Noticiário no WhatsApp e fique ligado nas tretas que acontecem na Serra - Clique aqui!

Por meio da apropriação indevida dos cartões, a indiciada transformava o benefício em dinheiro em espécie. Dona de uma empresa registrada em seu nome, ela tinha uma máquina de cartão, que usava para realizar transações com os cartões, direcionando os créditos para sua própria conta bancária. Segundo a investigada, tais recursos eram destinados à aquisição de materiais de construção, que estavam sendo utilizados em uma reforma na sua residência.

A Polícia Civil estima que a suspeita tenha obtido benefícios financeiros no valor de R$ 15.900,00, em janeiro, e R$ 10.600,00 em junho, totalizando, no mínimo, R$ 26.500,00. Esse montante corresponde aos 106 cartões apreendidos em sua residência, podendo o valor ser superior.

Além dos cartões, na residência foram apreendidos um caderno com anotações dos nomes dos alunos e turmas, constatando os cartões que não foram retirados pelos pais dos alunos. Também foram encontrados um notebook desviado da escola, uma máquina de cartão de crédito/débito e um aparelho de celular.

A investigada, após ser intimada, compareceu à Delegacia Distrital, durante o interrogatório, confessou o crime. Ela será indiciada pelo crime de peculato. Esse delito visa punir o funcionário público que, em virtude do cargo que ocupa, tem a posse de um bem público e o utiliza indevidamente em proveito próprio ou de terceiros. O peculato está tipificado no artigo 312 do Código Penal Brasileiro (CPB) e prevê uma pena de prisão que varia de 2 a 12 anos em caso de condenação.

Operação Contumélia: Polícia Civil indicia auxiliar de escola da Prefeitura da Serra por furto de cartões
Foto: Comunicação PCES

Operação “Contumélia”

O nome é uma referência ao significado da palavra “Contumélia”, que se traduz como abuso ou afronta. Assim como o comportamento das investigadas, que, ao agirem com abuso de confiança, cometeram os crimes pelos quais estão sendo indiciadas.

#DESTAQUE

#BRONCA NEWS

O deputado Pablo Muribeca visitou novamente o local na tentativa de encontrar uma solução para o problema que persiste há vários dias

Prefeirura da Serra unifica pedido de serviço de remoção de veículos abandonados na cidade. Prefeirura da Serra unifica pedido de serviço de remoção de veículos abandonados na cidade.

#DESTAQUE

Confira como realizar pedidos de retirada de veículos abandonados de forma totalmente digital através do portal eletrônico da prefeitura

Imagens internas do Hospital Infantil da Serra Imagens internas do Hospital Infantil da Serra

#BRONCA NEWS

Uma dessas mães cansou de esperar e voltou para casa mesmo com a filha ainda doente e precisando de cuidados médicos

+NEWS

#TRETA NEWS

Antes de trocarem tiros com um policial militar, os traficantes atiraram contra jovens próximos a uma escola da região

#TRETA NEWS

Na época, o crime causou grande comoção devido à vítima ser considerada muito querida na comunidade, além de sua dedicação ao trabalho

#TRETA NEWS

Além de perder o carro e outros pertences, os assaltantes fizeram a vítima fazer transferências via PIX para a conta dos bandidos

#TRETA NEWS

O atirador, visivelmente bêbado, antes de balear o proprietário do bar, se identificou como sendo policial

#TRETA NEWS

A DHPP Serra investigará o caso e conta com a colaboração da população para chegar aos autores do crime

#TRETA NEWS

O motorista de aplicativo, após o crime, foi até a Delegacia Regional da Serra para registrar a ação dos assaltantes

#TRETA NEWS

O traficante, antes de ser capturado pela Força Tática, resolveu tentar a sorte realizando um parkour frenético, pulando alguns muros de residências da região

#DESTAQUE

Os militares, além de deterem um homem, realizaram a apreensão de duas adolescentes após o veículo em que estavam bater em outro veículo

Não copie, compartilhe o link